Limoeiro notifica casos suspeitos de varíola dos macacos em penitenciária

PUBLICIDADE

A Secretaria Municipal de Saúde de Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, notificou quatro casos suspeitos de varíola dos macacos entre detentos da Penitenciária Doutor Ênio Pessoa Guerra. Em comunicado divulgado nesta quinta-feira (4), a pasta informou que os pacientes são homens e não têm histórico de viagens para países endêmicos.

A secretaria adotou as providências necessárias e iniciou as investigações epidemiológicas, além de notificar os casos junto ao Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde de Pernambuco (Cievs-PE).

“Os pacientes já receberam atendimento médico, realizaram coleta de material conforme os protocolos vigentes e foram orientados quanto à necessidade de manter isolamento”, informou a secretaria, lembrando que a transmissão do vírus ocorre por contatos físicos (inclusive sexuais) próximos com lesões, fluidos corporais, gotículas respiratórias e materiais contaminados.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres). A pasta responsável pela administração do sistema penitenciário do Estado indicou procurar a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE)

Em comunicado, a SES-PE confirmou a notificação de casos prováveis na penitenciária e indicou que os detentos têm idades entre 19 e 28 anos – eles estão isolados na enfermaria da unidade prisional.

Folhape

 

PUBLICIDADE